sábado, 25 de setembro de 2010

Perfectly me


My body isn't perfect.
I don't walk with confidence.
I get into fights with my parents and friends.
Some nights I'd rather be by myself than out partying.
I cry over the smallest things sometimes.
There are days that I get through with forced smiles and fake laughs.
Sometimes I try to convince myself that things are okay when they're not.
I'm not ugly but I'm not beautiful.
I don't look as good in real life as I do in pictures.
There are some nights that I cry myself to sleep.
I constantly think I'm not good enough.
I'm imperfect, but I'm perfectly me.

/Autor Desconhecido

segunda-feira, 20 de setembro de 2010


Sabes como é perder alguém? Perder aquela pessoa que te dá um motivo para sorrir todos os dias e cujo sorriso te aquece por dentro por muito fria que possas estar? Aquela pessoa que te abraça e sussurra calmamente ao teu ouvido que és aquela, a única, a tal. Sabes como é ter a felicidade ao nível das estrelas e quando olhas para trás tudo desabou, caiu por terra, morreu? Custa. Páras de respirar e ficas ofegante, alternadamente, o coração não sabe se há-de bater ou se já não há motivos para tal e tu,.. vives à nora, não sabes o que fazer, o que pensar, como agir, perdes-te naquele que outrora fora o teu mundo perfeito e agora tudo o que era um mundo de extrema felicidade e cores, em que parecia que eras o centro do mundo, deixou de o ser, sentes-te descolorada, deslocada, extra. E agora? Como reagir, que fazer, que pensar? Não sabes. Demoras tempo a descobrir quem eras anteriormente e isto se o descobrires, muitas vezes o choque da perda deixa uma cicatriz tão marcante que faz com que percas também a pessoa que eras e essa pode nunca mais voltar, fica enterrada no teu interior à espera que alguém consigo atingir a essencialidade que alguém outrora teve, à espera de uma peça que complete a parte que falta em ti, à espera de uma alma que tome conta da tua e te guie a um porto seguro onde possas ser novamente o centro da felicidade, onde colores tudo por onde passes, onde sejas novamente feliz.