quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Bad Times


sabes aquelas alturas em que choras e parece que o céu chora contigo? em que olhas para a janela e nela vês como que uma tela de cinema? sabes quando vês passar o teu passado no vidro, aquele em que o sol brilhava tal como o teu sorriso, aquele em que eras feliz? sabes aquelas vezes em que vês tudo o que tinhas como um observador exterior e te apercebes do valor do que tinhas como nunca tinhas feito antes? depois, olhas em redor, para o que tens, já não é o que era. o sol já não brilha assim como o teu sorriso já não o faz, perdeste praticamente tudo aquilo que te fazia lutar e ser feliz e pensas no que te resta. realmente, o que te resta? já nem sabes bem, parece que tudo deixou de fazer sentido, apetece-te fugir, isolar-te num local onde ninguém te veja, te toque, te magoe. e quanto ao passado, ficarás sempre a questionar-te se o problema és tu ou simplesmente não estava destinado. sabes que normalmente é nessa altura que voltas a olhar para a janela e as lágrimas escorrem pelo rosto como a chuva no vidro da janela? sabes que te sentes inútil? e aí te apercebes do que te resta: o tabaco, aqueles pequenos tubos que te trazem breves momentos de paz enquanto te corrõem por dentro, te consomem, mas, no entanto, tornaram-se o teu único prazer. conheces essas alturas? eu conheço, têm sido as minhas actuais companheiras.

(obrigada joana, pela ideia inicial :p)

16 comentários:

  1. Obrigadda, tambem sigo o teu (:

    http://maistutoriais.com/windows/colocar-o-windows-live-messenger-no-siteblog/

    ResponderEliminar
  2. oh, obrigada!
    lembra-te que tens que ser forte, o destino quis assim mas eu tenho a certeza que daqui a uns tempos, vais ter a tua irmã ao pé de ti olhando para todos os momentos passados e perceberás que a vida passa num instante, perceberás ainda que até ter saudades vale a pena quando a alma não é pequena e aí vocês só terão vontade de aproveitar os VOSSOS momentos. força *

    ResponderEliminar
  3. oh, que querida. Obrigada *-*
    gosto bastante :b

    ResponderEliminar
  4. oh, ainda bem que achas e muito obrigada !
    AMEI o texto, lindo, lindo ! Sinto-me tal e qual assim.

    ResponderEliminar
  5. a quem o dizes querida, a quem o dizes .

    ResponderEliminar
  6. Tenho para mim que um dia tu vais ser mais forte e o teu sorriso vai voltar a brilhar tanto ou mais que o sol.
    Que esse dia chegue rápido ;)

    ResponderEliminar
  7. Oh muito obrigado mariana. Muito obrigado mesmo. *.*

    "que te resta? já nem sabes bem, parece que tudo deixou de fazer sentido, apetece-te fugir, isolar-te num local onde ninguém te veja, te toque, te magoe. e quanto ao passado, ficarás sempre a questionar-te se o problema és tu ou simplesmente não estava destinado." adorei esta parte. tanta vez que me senti assim.

    ResponderEliminar
  8. "e ai sabes o que te resta:o tabaco", lindo Mariana

    ResponderEliminar
  9. pequenina, não andaste na escola da pedrulha?:)

    ResponderEliminar
  10. então é do dona que eu te conheço, também ando lá :o

    ResponderEliminar
  11. sim, sou amiga dela :) eu acho que ela já me tinha falado de ti, não tenho a certeza.

    ResponderEliminar